Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos

  A educar desde 1977

Integrada no plano plurianual de atividades do Agrupamento, decorreu no dia de 15 de dezembro último, no Auditório Municipal Adácio Pestana, a Festa de Natal, desenvolvida e organizada no âmbito das Áreas Disciplinares que constituem o Departamento das Expressões, contando também com a preciosa colaboração de alguns alunos do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva, turma C do 11.º ano.

Se bem se lembram, há dois anos dedicamos a festa de Natal à nossa Fabiana que continua, e continuará, entre nós. O ano passado o evento foi dedicado aos direitos das crianças. Este ano decidimos dedicar à Saúde. A promoção da educação para a saúde em meio escolar é um processo que visa contribuir para a aquisição sólida e duradoura de competências dos alunos, permitindo-lhes confrontar-se positivamente consigo próprios, construírem um projeto de vida e serem capazes de fazer escolhas individuais, conscientes e responsáveis, bem como, criar ambientes facilitadores dessas escolhas e estimular o espírito crítico para o exercício de uma vida ativa. No Projeto PES são abordados temas como a Saúde Mental e Prevenção da Violência, a Educação Alimentar, a Atividade Física, os Comportamentos Aditivos e Dependências, os Afetos e Educação para a Sexualidade. A promoção da saúde mental é transversal a todas as áreas da promoção da Saúde e do Bem-Estar, pois é a dimensão que permite lidar, de forma mais eficaz, com as emoções, os sentimentos, as frustrações e usufruir do seu contributo para a capacidade de pensar e de tomar decisões.

Participaram neste evento cultural e desportivo 116 alunos distribuídos pelas diferentes atividades desenvolvidas nas disciplinas de Educação Musical, Educação Física e Educação Especial, num total de 18 trabalhos produzidos para o efeito.

Brilhantemente apresentado pela Beatriz e pelo Funina, o evento iniciou coma projeção de um clip vídeos gentilmente cedido pelo Cinema Sem Conflitos, abordando o tema da condução sob o efeito do álcool. Toda a gente julga conhecer o seu ponto de tolerância ao álcool e apresenta resistência a qualquer opinião sobre o assunto. Mas a realidade demonstra que, regra geral, quando se admite que se está a chegar ao “ponto crítico” há muito que este já foi ultrapassado e já não se está em condições de se efetuar uma condução com segurança. Os jovens constituem um dos grupos etários de risco envolvidos em acidentes. O egocentrismo próprio da juventude, a procura de novas experiências e uma maior sensação de invulnerabilidade, levam frequentemente à adoção de comportamentos de risco, onde se incluiu, por vezes, a condução sob a influência do álcool. Uma taxa de 1,20g/l de álcool no sangue aumenta o risco de acidente 16 vezes.

As turmas do 5.ºA e 6.ºA, no âmbito do Grupo de Educação Musical, sob a orientação do professor Paulo Xavier, apresentaram o tema “Santa Claus” para flauta, percussão e voz. A música tem milhares de anos e há até quem afirme que pode preceder o homo sapiens. A razão da sua popularidade, segundo o neurologista argentino Facundo Manes, está nos efeitos que a música provoca no cérebro humano. Segundo este neurologista, a audição de música “liberta dopamina no cérebro”, estando a música por isso entre os elementos que mais prazer causam na vida. A música consegue de imediato regular o estado de espírito e a fisiologia humana, podendo assim induzir estados de espírito positivos.

A dança ocupou o terceiro lugar no alinhamento da festa. independentemente do estilo, por ser uma atividade que movimenta o corpo, traz inúmeros benefícios à saúde daqueles que a praticam regularmente. Além da saúde física, são notórios os resultados nos âmbitos psicológico, mental e emocional. Em particular, a Dança Circular permite a aproximação dos indivíduos com um sentimento de pertencer. Cada um numa roda é importante, sabendo que irá dar as mãos, receber um apoio e também servir de apoio. Fazer parte da roda traz segurança e um sentimento de que todos são necessários. Sob a orientação da professora Goreti Rocha, a interpretação esteve a cargo dos alunos do 11.ºA. O resultado foi magnífico.

Numa adaptação de um dos êxitos de televisão, A Casa dos Segredos, a dramatização que se seguiu tratou de assuntos relacionados com a Saúde. Recorrendo à sátira pura e dura, os alunos do 12.ºB, orientados pelo professor Rui Ferreira, retrataram diferentes comportamentos de risco, representados pelos intervenientes em cenário de confessionário do Reality-Show Sad Story 7. A denominação não foi neutra, bem pelo contrário. Na realidade, a adoção de cada um destes comportamentos de risco termina, invariavelmente, numa história triste. Triste para todos, para o próprio, para a família, para os amigos e para a sociedade.

Seguiu-se a apresentação de 12 trabalhos de Ginástica Acrobática, desenvolvidos no âmbito do Desporto Escolar. Devido ao trabalho em equipa, esta modalidade desportiva desenvolve competências sócio emocionais como a confiança, a cooperação, a entreajuda, a responsabilidade e o respeito. A consequente melhoria da condição física, principalmente, da força, da flexibilidade e do equilíbrio, reflete-se numa melhor qualidade de vida do seu praticante.

A obra “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, é um clássico da literatura que retrata a sociedade portuguesa do século XVI. Ao criticar os costumes, hábitos e vícios da sociedade, Gil Vicente queria transmitir uma moral a toda a sociedade. Numa adaptação que se pretendeu tão original quanto à que conhecemos até aos dias de hoje, o 11.ºC decidiu explorar o tema do alcoolismo enquanto temática a desenvolver no Projeto da Educação para a Saúde. No nosso país existem hoje 1 milhão de bebedores excessivos, dos quais 800 mil são doentes alcoólicos. O álcool é a 4.ª causa de morte. Em formato de dramatização, o tema foi tratado de uma forma cómica e apelativa, bem ao agrado dos jovens, e à luz das metodologias mais credenciadas nesta área do saber. Os alunos estiveram irrepreensíveis na representação dos papeis do Diabo, do Anjo, do Parvo e do Bêbado.

Para finalizar, o 11.ºA presenteou a assistência com uma dança de Zumba. Durante o seu percurso escolar o jovem deve ser encorajado a interiorizar a motivação para ser ativo de modo a que, com a retirada do professor, enquanto protagonista da motivação extrínseca, continue a participar ativamente nas atividades físicas. A coreografia de Zumba foi liderada por uma aluna que já voa por si. A Iva Carvalho tornou-se ativa. E com ela arrastou os seus pares. E que melhor forma para terminar esta festa.

Quer pela elevada taxa de adesão ao evento, quer pela informação de retorno que nos tem chegado, o Departamento das Expressões é do entender que a atividade foi um êxito. Estão uma vez mais de parabéns os alunos participantes pelo seu empenho, disciplina, sacrifício e perseverança demonstrado semana após semana nos treinos.

Por último, a organização da Festa de Natal 2017 salienta a presença de diferentes atores da comunidade educativa, desde a Associação de Pais e Encarregados de Educação até às diferentes entidades convidadas. Uma saudação especial pela presença do Sr. Diretor do Agrupamento de Escolas, Dr. Eduardo Almeida, bem como do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Tarouca, Sr. Valdemar Pereira. Esta presença muito nos honra.

Escola em Tarouca, 15 de dezembro de 2017.

O Departamento das Expressões

O Projeto da Promoção e Educação para a Saúde

sede_20100516_1858185567.jpgsede_20100516_1843703752.jpgsede_20100516_1668120758.jpgsede_20100516_1713574286.jpgsede_20100516_1872039503.jpgsede_20100516_2046212402.jpgsede_20100516_1383787961.jpg2.jpgsede_20100516_1411932968.jpgsede_20100516_1292824521.jpgsede_20100516_1329777541.jpgsede_20100516_1621921323.jpg3.jpgsede_20100516_1618606304.jpg1.jpgsede_20100516_1924510682.jpgsede_20100516_2011994367.jpgsede_20100516_1632887189.jpg

Visitas

2825633

2018-10-23 03:48

Temos 35 visitantes e 0 membros em linha